Gratis – nosso dia de sorte!

No post anterior eu falei sobre as coisas que sao colocadas nas ruas com a plaquinha “Gratis”, lembra?

Pois bem, hoje pela manha saímos para dar uma volta com o Pimpolho e no caminho encontramos um “velotrol” que na semana passada eu deixei de comprar porque achei muito caro. Vejam bem que sorte! Ele esta bem usadinho como qualquer brinquedo de crianca mas funciona perfeitamente e o Pimpolho amou! Nao conheco a familia que o disponibilizou na porta de casa  mas os agradeco imensamente.

Fiquei pensando que esse negocio de desapegar daquilo que nao se precisa mais, e colocar a disposicao de quem vai realmente utilizar deste algo, eh mesmo uma “corrente do bem”, ne nao? Eu me encho de alegria ao pensar que todas as roupinhas, sapatos, brinquedos do Pimpolho, que foram deixados aqui na porta de casa, ou doadas para alguem especificamente, estao sendo uteis para alguma  outra crianca. Assim como os meus sapatos, roupas e utensilios de casa que ja nao usava mais. Me lembrei de uma frase que escutei a muito, muito tempo atras: E como foi bom relembra-la!

“Desapega que o mundo entrega.”

Este eh o “novo” brinquedinho do Pimpolho! Nao eh lindo? 😉

photo1

 

Pensamento do dia: seja aonde for, o carnaval eh uma festa que suja

Assistindo aos noticiários e vendo a quantidade de lixo que os blocos de rua do Rio de Janeiro deixaram para traz… E vendo fisicamente as toneladas de lixo sendo recolhidas nas ruas de Basel após mais uma noite de “folia” do Fasnacht… Um tanto quanto equivalente! Quem disse que produzir lixo no carnaval eh uma “virtude” brasileira???

O Lixo em Basel: vidros

Confesso que andei meio sem inspiracao para escrever no blog. Mas ai veio a Samira do blog Miscelânea Milanesa e nos contou sobre a coleta de lixo em Milao e também sugeriu que eu contasse aqui sobre a coleta lixo de vidros em Basel. Bom, dai ela me deu a faca e o queijo e então agora eh só cortar com este post. 🙂 Obrigada Samira!

Bom, aqui em Basel não tem caminhão passando na porta da nossa casa para coletar vidro. Talvez seja pela questão do barulho que a Samira comentou no post dela. Seria inimaginável um caminhão passando pelas ruas silenciosissimas da Suíça, as 3 da manha, fazendo o maior barulho para coletar vidro. Os suíços NUNCA aceitariam isto porque são extremamente restritivos com barulho.

Enfim, se Maomé não vai a montanha…

Existem pontos específicos espalhados pela cidade onde cada um leva o seu vidro. Normalmente eles ficam em lugares mais “isoladinhos”, ou seja, preferencialmente um pouco longe de moradias. Eu acredito que o motivo seja o barulho durante a coleta e descarte. Os vidros então devem ser separados pela cor! Acreditem! Não basta separar o vidro. Tem também que separar por cor na hora de descartar.

Aqui embaixo algumas fotos de um lugar de coleta que fica perto de casa. No mesmo lugar eh possível descartar latinhas de aluminio e baterias/pilhas também.

20130907_150710

20130907_150840

20130907_150901

Existem também pontos de coleta que, acredito eu, inevitavelmente, ficam próximos a moradias. Mas neste caso há restrição do horário que pode ser usado. Aqui perto de casa tem um desses também. Bom, outro dia, as 8 da manha o Marido indo para o trabalho aproveitou para levar alguns vidros pois não sabia da restrição de horário. E então uma senhora saiu na sacada do apartamento dela aos berros e dando a maior bronca nele. 🙂

Outra maneira de descartar vidro eh levar as garrafas ao supermercado. Não são todos que possuem a coleta de vidro mas alguns possuem.

E por falar em supermercados, eh lá que descartamos as garrafas PET e também outras coisas. Mas isto fica para um outro post. 😉

Enfim, tudo limpo e organizado e a cara da Suíça! Vou falar uma coisa para vcs: De lixo eles estão muito bem, obrigada! 🙂

O Lixo em Basel: dia de papel

Se tem uma coisa que eu acho impressionante aqui em Basel eh a maneira como as pessoas, ou pelo menos a maioria delas, prepara o lixo antes de coloca-lo na rua.

Ontem, por exemplo, foi o dia de colocar papel na rua. O papel eh recolhido uma vez por mês. Então, todo mundo vai juntando em casa os montinhos ate que de o dia de colocar na rua. E quando colocam, vejam só que organização! Observem o detalhe da cordinha que amarra os papeis para não voarem. Ela também eh reciclável e eh vendida nos supermercados daqui!

photo (7)

photo (4)

lixo1

lixo2

E sabe porque as pessoas respeitam o dia de colocar papel na rua e também não o misturam com o lixo comum?

Bom, acho que além terem sido educados para isto, existem outros fatores:

– eles (incluindo esta que vos escreve) podem pagar multa caso coloquem o papel no dia errado na rua. E como descobrem quem colocou o lixo? Uhmm, muito fácil. Algum vizinho pode te denunciar ou o lixo pode ser recolhido fora do dia para que seja investigado. Eles então literalmente fuçam o lixo e facilmente descobrem um envelope ou um papel qualquer que seja possível identificar quem foi o ‘espertinho’. Eh verdade! A ‘espertinha’ da minha amiga não sabia bem as regras e levou logo uma multa nas primeiras semanas que estava em Basel. E obviamente nunca mais colocou o lixo no dia errado na rua… 😉

– o lixo comum necessariamente precisa estar em um saco azul como o mostrado ai embaixo. Olha que organizadinhos também 🙂 . Ou seja, não pode colocar lixo na sacolinha do supermercado, como no Brasil. Bom, o tal do “Bebbi Sagg” custa caro pra caramba porque o que seria o imposto pela coleta do lixo eh pago através do preço do saquinho azul. Acho isto muito legal e justo porque assim cada um paga o valor correspondente ao lixo que produz, né não? Enfim, ninguém será louco de encher o saco azul de papel e pagar uma fortuna, se a coleta de papeis eh feita de graça uma vez ao mês. Eh verdade que eh meio chato ficar juntando papelada dentro de casa ate chegar o dia certo… mas vale a pena. E o meio ambiente agradece. 😉

bebbi sagg